Loading

Um amor pro Futuro

Um amor pro Futuro

2019

Poderia ser mais uma noite como qualquer outra, mas por um acaso, decidi sair da solidão de casa, para que as horas passassem logo, e voltasse pra casa para dormi.

Fui a um local público, bem movimentado, algumas pessoas se alimentando, outras conversando, pedi um lanche à atendente e fiquei ali sentado consumindo, enquanto via umas notícias na televisão do estabelecimento.

Olhei para meu lado e um pouco afastada, estava uma garota linda, sentada em volta de uma mesinha, sozinha, com fone nos ouvidos, de moletom branco, me olhando, nossos olhares se chocaram por uns segundos, então desviei meu olhar para a TV, mas algo naquele olhar fez um desejo crescer em mim de querer olhar novamente, e quando olhei, ela estava me olhando, e me deu um sorriso simples, mas tão cheio de brilho, que faz meu coração palpitar a um ponto de eu colocar a mão no peito, pra senti-lo, ou segurá-lo. E naquelas trocas de olhares, e clima de harmonia, me atraí por ela e decidi ir até lá, paguei minha conta, quando fui me direcionar a ela, chegou um homem e a levou com ele, ela saiu, olhou pra mim, me deu um leve aceno com a mão direita, e sumiu.

Senti um punhal correr veloz no meu peito, despedaçando tudo, um gosto amargo na alma, uma esperança que mal tinha nascido, já havia morrido em instantes, senti ciúmes de algo que nem tinha. Voltei pra casa triste, muito arrependido de ter saído, e antes de dormi, veio os reflexos de memória daquele sorriso marcante, dos olhos cheio de brilho, dormi com isso no pensamento.

Dia nasceu, tempo passou, dias passaram, meses... mas não consegui esquecer aquele lindo sorriso. Até que uma certa noite, alguns amigos, chamaram para ir a uma festinha de cofraternização de uma empresa de negócios imobiliários, meio que desanimado, aceitei o convite e fui.

Muitas pessoas na festa, em seus locais onde se sentiam a vontade, sorridentes, algumas falando de suas conquistas durante o ano de trabalho, dos novos amigos que haviam conhecido, dos lugares onde viajaram. E eu ali perdido no mar do passado, mas sem esboçar reação facial aos amigos, peguei uma bebida com o garçom que passava na hora, e ouvi uma voz do meu lado, pedindo uma também, olhei e lá estava ela, Aquela mesma menina, do sorriso lindo, me olhou e sorriu pra mim, dessa vez eu retribui o sorriso, nossos olhos não paravam de se buscar, atraídos pela conexão do momento, depois de vários olhares brilhantes e sorrisos ardentes, a cumprimentei com um Boa noite;

- Boa noite - eu disse

- Oi, Boa Noite, respondeu ela sorridente

Eu - E então, te encontrei novamente, a menina do sorriso de luz

Ela - Ah, você ainda lembra, tu ficou tão sério, que não sorriu para mim de volta.

Eu - Me desculpa, achei que estava rindo de mim, e não rindo pra mim. Raramente percebo pessoas as quais me dão um sorriso.

- É difícil alguém conseguir fazer meu coração expelir um sorriso, de tão solitário que ele está atualmente. Mesmo assim sempre temos que manter um sorriso pra não paraecer ser uma pessoa ruim, disse ela simpática.

Naquele momento percebi que não era só eu que me sentia sozinho, que tinha alguém que passava pelas mesmas coisas que eu.

Depois de uma boa e longa conversa, de conhecimentos um com o outro, de identificação e reciprocidade, nunca na vida tinha encontrado alguém que se parecesse tanto um com o outro a como foi naquela noite de quarta-feira.

Nos despedimos, trocamos número de celular, e fomos cada um para sua casa.

Enfim, deitados, cada um em sua casa, a conversa começou, a noite se tornou tão pequena, em comparação com as outras, as horas correram, chegou um novo dia, esse, bem diferente de todos os outros amanhecer, a conexão que tínhamos era tão forte e completa, como o café com o leite ou como um pássaro planando com suas asas na leveza do soprar do vento.

Algo mudou, o sorriso agora corria e dançava pelo meu rosto, os pensamentos só se satisfaziam com ela.

O tempo passou, a evolução do ciclo sentimental humano se expandiu, da amizade floresceu e frutificou dando origem ao amor, o fogo que cercava e cobria os corações era intenso, criou-se uma corrente que amarrou nossos sentimentos não dando espaço a mais ninguém. Surgiu o namoro, a fase de encanto de toda relação, era

Ela é um pedaço de anjo, seu rosto branco um pouco redondo, com olhos cor de mel, emanavam a docura de sua alma, com cabelos cacheados ruivos, e a boca vermelha que nem precisava usar batom, sua altura não era tanta, nem chegava aos 1 e 60, mas dentro daquele pótinho de ser humano, era possível encontrar outro mundo, totalmente diferente desse que vivemos, era fácil entrar ali, e dancar abaçado com o amor, enquanto que a esperança do futuro aguardava na fila da dança do momento.

Planos para uma vida juntos foram cada dia mais se tornando reais, estou




Nenhum comentário


Deixe o seu comentário: